Mais lidasNotíciaPolítica

Goiano Eduardo Machado assume comando nacional do Podemos

Eduardo Machado, que é presidente estadual do Podemos, vice-presidente nacional do partido e presidente do Detran-GO, vai assumir o comando nacional da sigla nesta segunda-feira

Eduardo Machado, que é presidente estadual do Podemos, vice-presidente nacional do partido e presidente do Detran-GO, vai assumir o comando nacional da sigla nesta segunda-feira,15.

A deputada federal pelo Estado de São Paulo Renata Abreu vai se licenciar do cargo durante os próximos seis meses para se dedicar à campanha de reeleição à Câmara dos Deputados.

Em março, o Podemos desembarcou na base do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), após romper com Gustavo Mendanha (Patriota).

Eduardo Machado assumiu o comando estadual do partido no lugar do então vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Vilmar Mariano (Patriota).

Assumo a presidência nacional do partido com aval da deputada Renata Abreu. Ela me ligou no final de semana anunciando que iria se licenciar do cargo. Vou assumir nesta segunda-feira com objetivo de dar continuidade ao trabalho que visa fortalecer o Podemos no Brasil”, aponta Eduardo Machado.

Segundo Machado, Renata Abreu vai se licenciar da presidência nacional do Podemos por seis meses. “Não muda nada no cronograma do partido, meu projeto e dar continuidade ao trabalho dela”.

Ele assegura ainda que não existe nenhum outro motivo para a licença da atual presidente. “Ela [Renata Abreu] é candidata à reeleição e vai se dedicar à campanha”.

Perfil

Eduardo Machado, 51 anos, é natural de Goiânia. É jornalista especializado em marketing, formado em Direito e Economia, possuiu pós-graduação em Contabilidade e já foi secretário de Estado quatro vezes e também presidente da Metrobus.
Foi também presidente nacional do extinto PHS que atualmente é o Podemos.

Goiás

Eduardo Machado destaca que o partido, que tem o senador Jorge Kajuru como principal figura em Goiás, está estruturado para as eleições de outubro.

“Estamos presentes em 160 munícipios, nossa meta é eleger dois ou três deputados estaduais e dois federais”. Para o governo, ele reafirma o compromisso da sigla com o projeto de reeleição do governador Ronaldo Caiado.
“Estamos 100% com o governador e vamos trabalhar pela reeleição já no primeiro turno”.

Outro nome goiano do partido na direção nacional do partido é Felipe Cortez.
Ele é candidato a deputado estadual e secretário nacional do partido. Em 2020, recebeu 1.702 votos quando foi candidato a vereador por Goiânia.
No cenário nacional, o Podemos conta com 12 senadores e outros 12 deputados federais.

Leia a edição impresso digital

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo