Goiânia

Suspeito de matar pastora em Goiânia deve ser ouvido nesta semana, diz Polícia

O crime ocorreu na última sexta-feira (14), na igreja em que a mulher liderava no Setor Residencial Kátia

O suspeito de matar a pastora Odete Rosalina da Costa, de 79 anos, deve ser ouvido ainda nesta semana.

O delegado André Veloso, responsável pelas investigações, disse que a oitiva deve ocorrer até a próxima quarta-feira (19). O crime ocorreu na última sexta-feira (14), na igreja em que a mulher liderava no Setor Residencial Kátia, na região Noroeste de Goiânia.

De acordo com o delegado, as investigações focaram inicialmente na oitiva de testemunhas. Até agora, quatro pessoas foram ouvidas. “Primeiro ouvimos as testemunhas até para nos basear com mais informações e saber se o suspeito está mentindo ou não”, afirmou.

Ainda conforme relata o investigador, no decorrer do inquérito, a Polícia deve pedir uma perícia médica para verificar se o suspeito possui algum tipo de doença mental.

Suspeito de matar pastora em Goiânia segue preso

No último sábado (15), a Justiça de Goiás converteu em preventiva a prisão do suspeito de matar a pastora Odete.

“Em razão da gravidade in concreto da conduta perpetrada e considerando ainda que o autuado cometeu o ilícito ao que tudo indica sob a influência de alguma substância psicotrópica em face de uma senhora de idade, sem condições de defesa, e por motivo, aparentemente, fútil, demonstra o grau de periculosidade do custodiado com patente risco à tranquilidade e paz no meio social, de maneira que, solto, trará risco à ordem pública”, pontuou o juiz Leonardo Naciff Bezerra.

Relembre o caso

De acordo com o delegado, a pastora foi assassinada após ser agredida na igreja Assembleia de Deus que liderava no Residencial Kátia, na última sexta-feira (14). A Polícia Civil apurou que o suspeito invadiu o templo e começou uma briga com um homem.

Depois, ele agrediu a idosa com um objeto de metal e fugiu. Ele foi preso em flagrante. O nome do suspeito não foi divulgado. Ele estava nu.

Ainda segundo o delegado, antes de atacar pastora, o suspeito tentou matar a esposa e uma enteada. “Ele acordou por volta das 2h30, surtado. Tentou matar a esposa e a filha da esposa, que é de um relacionamento anterior. Possivelmente ele fez um uso prolongado de drogas durante a noite. Ele ficou procurando facas, mas o tio da esposa as salvou, pois conseguiu tirar o autor do lote”, disse o delegado.

Odete foi enterrada no Cemitério Jardim das Palmeiras, em Goiânia, na manhã de sábado (15).

Leia também:
Pastora morta por homem nu em igreja será sepultada neste sábado (15), em Goiânia

Preso suspeito de atacar e matar pastora com barra de ferro dentro de igreja, em Goiânia

 

Pastora e mãe do cantor gospel Delino Marçal é morta dentro de igreja em Goiânia

 

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo