EstadoMais lidas

Nova parabólica digital gratuita é instalada em 18 cidades de Goiás; saiba quem tem direito à tecnologia

De acordo com a diretora de Comunicação da Siga Antenado, Patrícia Abreu, o modelo tradicional enfrentará o risco de interferência no sinal da TV quando a tecnologia 5G for ativada na cidade ou região.

Famílias de menor renda de mais 18 cidades de Goiás já podem fazer o agendamento para receber o kit gratuito com a nova parabólica digital. O serviço é gratuito para pessoas inscritas em algum programa do Governo Federal (CadÚnico) e que têm a parabólica tradicional funcionado em casa.

 Anápolis, Aparecida do Rio Doce, Caldas Novas, Catalão, Cristianópolis, Cumari, Damolândia, Davinópolis, Goiandira, Itumbiara, Jataí, Leopoldo de Bulhões, Montividiu, Nova Aurora, Ouvidor, Rio Verde, Santo Antônio da Barra e Vianópolis estão na lista das 439 cidades da terceira fase do programa.

Para saber se tem direito ao kit gratuito, o beneficiário deve entrar em contato pelo número 0800 729 2404 ou pelo site do Siga Antenado, com o número do CPF ou do NIS em mãos.

A migração do sinal de TV utilizado pelas parabólicas tradicionais (Banda C) para o sinal das parabólicas digitais (Banda Ku) será feito pela empresa Siga Antenado. Cerca de 86 mil famílias devem ser beneficiadas.

A substituição é necessária porque, em breve, as parabólicas tradicionais deixarão de funcionar. Isso significa que, quem não fizer a substituição pela nova parabólica digital, não conseguirá mais assistir à TV.

 Números em Goiás

Em Anápolis e Rio Verde, 31 mil e 16,5 mil famílias, respectivamente, podem ter direito à instalação do kit gratuito. Na sequência das cinco cidades que lideram a lista em número de kits estão Itumbiara (9,1 mil), Catalão (8,3 mil) e Jataí (8,2 mil). As famílias que utilizam outros sistemas de transmissão para assistir televisão, como antena digital tipo espinha de peixe (instalada no telhado da casa), antena digital interna e TV por assinatura, mesmo que beneficiarias de programas sociais, não precisam fazer a troca.

De acordo com a diretora de Comunicação da Siga Antenado, Patrícia Abreu, o modelo tradicional enfrentará o risco de interferência no sinal da TV quando a tecnologia 5G for ativada na cidade ou região.

“Com a chegada da tecnologia 5G no Brasil, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu uma série de regras e uma delas foi que o 5G ocupasse a faixa de 3,5 GHz, que é a mais nobre, impulsionando o Brasil na questão do desenvolvimento econômico, tecnológico, etc. Só que essa frequência é muito perto da TV aberta via parabólicas satélites. Para evitar interferências do 5G nas TVs, a Anatel definiu que todas as famílias que usam a parabólica tradicional precisam substituir por uma tecnologia mais moderna”, explicou.

Outras 51 cidades de Goiás continuam com o agendamento para instalação do kit gratuito liberado. A previsão é que 38,3 mil residências possam ter direito à instalação gratuita na capital e nas cidades de:

  • Abadia de Goiás;
  • Abadiânia;
  • Água Fria de Goiás;
  • Águas Lindas de Goiás;
  • Alexânia;
  • Alto Paraíso de Goiás;
  • Alvorada do Norte;
  • Aparecida de Goiânia;
  • Aparecida do Rio Doce;
  • Aragoiânia;
  • Barro Alto;
  • Bela Vista de Goiás;
  • Bonfinópolis;
  • Brazabrantes;
  • Cabeceiras;
  • Caldazinha;
  • Caturaí;
  • Cavalcante;
  • Cidade Ocidental;
  • Cocalzinho de Goiás;
  • Corumbá de Goiás;
  • Cristalina;
  • Flores de Goiás;
  • Formosa;
  • Goianápolis;
  • Goianésia;
  • Goianira;
  • Guapó;
  • Hidrolândia;
  • Inhumas;
  • Luziânia;
  • Mimoso de Goiás;
  • Nerópolis;
  • Niquelândia;
  • Nova Veneza;
  • Novo Gama;
  • Padre Bernardo;
  • Pirenópolis;
  • Planaltina;
  • Santa Bárbara de Goiás;
  • Santo Antônio de Goiás;
  • Santo Antônio do Descoberto;
  • Senador Canedo;
  • Simolândia;
  • Terezópolis de Goiás;
  • Trindade;
  • Valparaíso de Goiás;
  • Vila Boa;
  • e Vila Propício.

*Com informações da Siga Antenado

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo